GONCALVES INFOR: Chipset X79 da Intel

Chipset X79 da Intel

Está circulando pela a web o rumor de que a nova geração de chipset de alto desempenho da Intel, o X79 (plataforma Waimea Bay), além de suportar os futuros processadores de alto desempenho da companhia, os Sandy Bridges E (LGA2011), serão ainda retrocompatíveis com as atuais CPUs socket LGA1366.
De acordo com supostos documentos, a Intel lançará dois modelos de placas mães equipados com o X79 – o DX79SI (Siler) e o DX79TO (Thorsby) – ambos compatíveis com os Core i7 das gerações Gulftown e Bloomfield.
Segundo ainda os tais documentos, a placa mãe DX79SI fora projetada para levar ao limite todo o potencial da plataforma, contando com até 8 slots DIMM para até 64GB de RAM, 3 slots PCI Express 3.0 – suportando assim múltiplas configurações de VGAs, 12 portas serial ATA (sendo 6 do tipo III), 4 portas USB 3.0, 14 USB 2.0, áudio de 8 canais, Bluetooth/Wi-Fi e 2 portas GbE, dentre outros recursos.


Já a DX79TO oferecerá um balanço entre alto desempenho e custo mais acessível, com 2 slots PCI Express 2.0, 8 conectores SATA, 2 portas USB 3.0, áudio de 6 canais, GbE, dentre outros.
Atualmente a companhia tem apenas o chipset X58 para as CPUs LGA1366, mas não está claro se esta suportará os futuros Sandy Bridges da série E.
Em todo caso, se as informações se confirmarem, será uma estratégia totalmente atípica da Intel e até certo ponto estranha, uma vez que o público alvo a quem se destinam esses produtos, tem “cacife” mais do que suficiente para trocar placa mãe e processador de uma única vez. Seria esse movimento um reflexo do “efeito Bulldozer” da AMD?!
Indagada sobre o assunto, a Intel não teceu qualquer tipo de comentário.