GONCALVES INFOR: Microsoft perde patente sobre o Word

Microsoft perde patente sobre o Word

O tribunal norte americano encerrou o processo de apelação sobre o caso Microsoft x I4i, resultando na vitória da pequena companhia canadense contra a gigante mundial dos softwares. Como resultado, a Microsoft terá de desembolsar US$290 milhões de multas.
A I4i afirmou que a Microsoft havia se apropriado de alguns de seus códigos e passou a utilizar no Word. O tribunal concordou e decidiu que a componente valia mais de US$ 80 do preço do Office.
O processo ganhou mais uma rodada nesta quinta-feira quando a corte federal norte americana de apelações rejeitou o apelo da Microsoft para a audiência do caso por unanimidade.
No entanto, a patente pertence ao uso de tecnologia que pode abrir documentos usando a linguagem de programação XML. A empresa de software canadense tinha dito que a Microsoft havia se apropriado dessa tecnologia quando criou as versões 2003 e 2007 do Word.
Não é de surpreender que o presidente da I4i Loudon Owen esteja feliz com a decisão, dizendo que este tem sido um processo longo e árduo, mas essa decisão é um poderoso reforço da mensagem que as pequenas empresas e inventores que possuem a propriedade intelectual pode e deve ser protegida.
Embora muitos tenham se referido ao caso como uma nova versão do épico Davi e Golias, resta saber se o caso fora tratado de forma justa pelo tribunal, pois US$80 para usar o componente XML parece ser um valor extremamente exorbitante, Outra questão é que como o componente fora excluído com o advento do novo patch, trata-se de algo não essencial ao produto.